A Ponte: projeto usa arteterapia na recondução emocional

0
cris3

Cris Mello: emoção expressa em arte

Algumas pessoas sábias dizem que, na vida, é preciso aprender a transformar dificuldade em  oportunidade. Você já imaginou aproveitar seu turbilhão de sentimentos para transformá-lo  em  arte? Esta é a proposta da coach em artes plásticas Cristina Mello ou Cris Mello, como  ela prefere  ser chamada, para trabalhar questões emocionais e a orientação de novos  caminhos para a vida  pessoal. Em seu ateliê, no bairro Santa Maria, em São Caetano do Sul,  ela acaba de criar o projeto A  Ponte. “Como o próprio nome sugere, a ideia é utilizar a arte  da pintura em aquarela, sua  especialidade, para ajudar não apenas no transbordo de  emoções contidas ou não acessadas, mas  também, através da expressão artística, orientar o  aluno no processo de recondução da própria vida, baseado em novos desejos e metas que a  arteterapia ajudará a despertar”, diz a artista plástica. Cris, que também acumula  conhecimento como coach comportamental, comprovou em experiência própria o potencial  da arte como ferramenta terapêutica. Em 2005, a convite de uma amiga austríaca, foi viver em Viena. Após um mês, a distância da família e a convivência com estilo de vida inóspito comparado ao padrão brasileiro, provocaram nela uma crise de pânico. Sozinha, caminhando pelas ruas da cidade e recebendo as melhores  influências da vocação artística de Viena, entrou em uma das dezenas de lojas de material para pintura e comprou seu primeiro kit de aquarela. Tornou-se aqualerista autodidata e, de lá pra cá, não parou mais de expressar-se através da arte.

cris2

Após o pânico, a arte como terapia projetou Cris Mello internacionalmente

 

A arte manifestou-se de tal forma na vida de Cris Mello que, ano passado, foi convidada a participar de exposição na Bienal de Florença, Itália, onde aproveitou para “beber” mais conhecimento em outra importante fonte da arte mundial. Antes da Itália, Cris também expôs nos Estados Unidos.“Com o projeto A Ponte, quero compartilhar com outras pessoas que estejam ou não passando por desafios emocionais, a perceberem como a expressão artística pode ser uma “ponte” para a alcançar um novo e melhor momento de vida. Digo que a arte é a ferramenta e a ponte orienta”, afirma Cris. Pelo site www.aponteartecoaching.com é possível escolher workshops individual, em grupo ou ainda participação em caravanas que levarão os interessados a imersões por estímulos artísticos, durante agradáveis viagens. A primeira partida será nos dias 22 e 23 de outubro, para Holambra, no interior de São Paulo, quando Cris dividirá oficina de pintura com a coach antroposófica, Maria Leão.

Compartilhe.

About Author

Deixe um Comentário