Amor, admiração e limites como ingredientes da educação dos filhos

0

Cintia *por Cintia Helena Franco Pattaro

 Antigamente não me lembro da palavra “limites”, a não ser com os nossos pais e avós. É  algo difícil de ser ensinado, mas, antigamente, apenas um olhar, uma palavra, uma ação e  já sabíamos o significado delas e nos limitávamos de algumas situações. Hoje, observando  as crianças, percebemos que não conseguem entender a mensagem como nós  entendíamos de nossos pais e como nossos pais entendiam de nossos avós. O que  percebemos é que em muitos momentos as crianças testam os pais, usando a birra, o  choro e chegam até bater, não aceitando a palavra “não”.

 Por que as crianças mudaram tanto? Por que os pais têm dificuldade em  ensinar limites a elas

 Talvez a resposta comece no fato de que o mundo mudou, a sociedade em que nossos  filhos vivem está completamente diferente de antigamente. Os estímulos, a tecnologia, a  escola, tudo está diferente, eles são expostos a um universo extremamente estimulante, o que oferece a eles mais opções de situações e de objetos. O que os pais precisam ter a certeza é que se faz necessário ensiná-los a viver nesta sociedade, a lidar com tantas informações, opções… E que para isso, frases como: “não pode”; “não faça isso”; “saiba esperar”; “precisa colocar essa roupa agora”; “essa roupa não está adequada”; “hoje não deve levar brinquedo à escola, tem dia certo para levar”, enfim, frases em que no primeiro momento a criança pode chorar, se jogar no chão, gritar, gerar um momento de estresse, mas você irá ensiná-la que nem a todo momento poderemos fazer ou realizar nossos desejos.
Tente, enquanto ela chora, falar que em outro momento o desejo será atendido e que não precisa chorar. Procure envolvê-la em outro cenário para que a mente dela consiga visualizar outra situação e desfocar daquela onde está.
Essas atitudes oferecem a seus filhos um aprendizado de limite, seja limite de desejos, de horário, de fala, de situações, de comportamento. Ensine a eles o que é ter controle sobre as situações da vida, pois durante a trajetória que irão traçar o autocontrole será fundamental para as conquistas nas relações sociais, no trabalho, nos estudos e até nos problemas. Ensine a eles a ter autocontrole.
Não tenha preocupação realizando esses ensinamentos, pois essas interferências serão dolorosas a seus filhos, mas no futuro serão fundamentais para o sucesso deles. Procurem lidar com essas situações mostrando segurança, para que eles não sintam nas atitudes de vocês, nos gestos e na fala pontos de insegurança. Mostrem a eles que o limite iniciará nas comandas que vocês estiverem dando. Tomem essas atitudes e sentirão com o passar dos dias que as crianças começarão a aprender a aceitar o que pode e o que não pode, ou seja, o que chamamos de limite. Esses comportamentos não serão agressivos e muito menos sem amor. Cada vez que seus filhos perceberem que vocês aplicaram algum limite, podem ter certeza que o amor estará crescendo a cada minuto nas suas relações e eles irão admirar ainda mais vocês como pais hoje e no futuro.

Cintia Helena Franco Pattaro é mestre em Administração, Comunicação e Educação, diretora da Escola Infantil Espaço da Aprendizagem e professora Universitária da USCS no curso de Pedagogia

Compartilhe.

About Author

Deixe um Comentário