Quartos de estudo que estimulam os pequenos gênios

0

O desempenho escolar dos estudantes depende de inúmeros fatores, um deles é decisivo: um espaço de estudo organizado. Caso contrário, a desordem e bagunça podem influenciar negativamente no aproveitamento escolar e na capacidade de  aprendizado do aluno. Por isso, criar um cantinho de estudos para os filhos contribui de forma muito eficaz para que eles tenham gosto em fazer o dever de casa e ter o hábito de estudar bem desenvolvido. “É essencial para o bom desenvolvimento dos estudos que os filhos tenham um espaço próprio para estudar. Ali, eles devem se sentir confortáveis e motivados”, destaca Bruno Garcia Athayde, arquiteto da Simonetto. Confira a seguir, ambientes que reservam espaços próprios para os estudos:

Neste quarto de adolescente, a mesa para estudos será usada futuramente, também, como penteadeira para maquiagens e momentos de vaidade. Uma ampla gaveta pode abrigar os materiais e objetos escolares.  Projeto desenvolvido pela Simonetto de São Francisco de Itabapoana – RJ

Quarto

Um cantinho pequeno, mas aconchegante para estudar. Ao fazer o projeto, é importante ficar atento à altura da cadeira em relação a bancada de estudos e à boa iluminação do local. “A altura do assento, independentemente da idade do usuário, varia de 40 a 45 cm, e da mesa, de 73 a 75cm”, explica o arquiteto da Simonetto

Quarto4

Neste caso, o home office atua também como quarto de visitas. Pode ser usado pelos adultos para o trabalho e também pelas crianças para o estudo. A bancada ampla pode abrigar até duas pessoas. Projeto desenvolvido pela Simonetto Londrina

O projeto deste dormitório para duas irmãs abriga duas bancadas de estudo. Uma acoplada à cama e outra próximo a parede. Mesmo em espaços que serão usados por crianças, a dica é planejar móveis não tão baixos, porque elas crescem rápido. As cadeiras com opções de regulagem são indicadas para longos períodos de uso

As cores claras  acalmam e facilitam a organização das ideias e concentração da estudante. Projeto desenvolvido pela Simonetto Cascavel . Foto 2 Nichos e módulos acima da bancada criam locais de armazenamento, sem bloquear o espaço para as pernas. Na foto 3, a mesa com rodinhas, pode ser movida de lugar. E no amplo dormitório da foto 1 da galeria abaixo, o adolescente tem liberdade para cultivar seus hobbies, assistir tv, e, claro, estudar. A mesa ampla dá espaço para os materiais escolares e ainda para o computador

 

Psiu

Compartilhe.

About Author

Deixe um Comentário